domingo, 10 de setembro de 2017

Resenha: Uma Vez Você, Uma Vez Eu (Diego Martello)

*Livro cedido pelo autor para
resenha.
Autor: Diego Martello
Editora: Novo Século - Novos Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 184
Ano: 2015
SINOPSE: “Uma provocante viagem ao íntimo de cada um.” Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles. Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade. SKOOB 

“Acredito que o tempo só se torna importante, real, perceptível, quando estamos empenhados em algum objetivo. Se estamos somente levando a vida e deixando as coisas acontecerem por si só, o tempo perde sua importância e passamos somente a contar horas inutilmente.”

     Willian está passando por um momento bastante conflituoso em sua vida. Profissionalmente, sente-se inseguro, sem saber como proceder em relação tanto as suas vitórias quanto as suas derrotas. Sua vida particular também não vai tão bem, enquanto ele e sua esposa têm inúmeras tentativas frustradas de engravidar, não sabe como melhorar seu relacionamento com seu pai, estremecido já a muito tempo. A pressão é grande, inclusive de si próprio.
     Observamos o dia-a-dia de Willian e sua luta, mesmo que inconsciente, para colocar sua vida em ordem. Em cada página lida temos uma reflexão sobre a vida e o viver, sobre as coisas que abrimos mão em busca de uma felicidade inventada e que nem sempre nos levam a tal utopia. Neste livro, o ter, o ser e o querer se entrelaçam de forma íntima, demonstrando situações e temeridades do crescer, do amadurecer, impossível não nos identificarmos ao menos uma vez.
     Uma Vez Você, Uma Vez Eu não é uma obra longa, mas carrega uma riqueza enorme em suas páginas, Diego Martello soube como conduzir uma narrativa ágil e envolvente, com cenários e personagens cativantes, cujo final surpreenderá ainda mais seus leitores.

     Não se engane achando que este é um livro de auto-ajuda, com uma receita pronta de como melhorar sua vida. Ele vai muito além, uma gama de reflexões fará você despertar para certos momentos de sua vida e querer crescer espiritualmente. Leitura mais que recomendada!