quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Resenha: Em Busca das Borboletas - II Volume (Margarida Pizarro)



Autora: Margarida Pizarro
Páginas: 452
Gênero: Ficção / Romance
Nota: 5/5
Editora: Chiado
Edição: 2/2014
SINOPSE: Maria vivia a história de amor por que sempre sonhou, até o passado de Dale assombrar as suas vidas e a fazer entrar num pesadelo. Será que o amor deles é forte o suficiente para ultrapassar os perigos que o passado dos Sloan pode trazer para as suas vidas? Será que esse amor conseguirá transpor as barreiras criadas por esses acontecimentos. As dúvidas espalham-se e fazem-na pensar se realmente a sua história com Dale está predestinada a acontecer. Um conto de fadas dos tempos modernos, que nos faz pensar se até mesmo o amor verdadeiro resiste a tudo. Um maravilhoso e viciante romance que nos faz sonhar. SKOOB

“Nunca te esqueças de que as borboletas vão sempre guiar-te até mim”

Dando continuidade a Duologia “Em busca das Borboletas”, recebida em parceria com a Chiado Editora, hoje trago um pouco do II volume. A resenha do volume I já foi feita aqui no Blog (clique aqui), a leitura foi ótima e me deixou com borboletas na barriga, ansiosa pela continuação.

“Eram tantos os bons e maus momentos que faziam da nossa curta história, uma verdadeira vitória do amor. Era assim que sentia. Apesar de todas as pedras no nosso caminho, nós conseguimos superar tudo, porque nos amávamos. E isso era realmente o mais importante.”

Pois bem, a 2ª parte desta apaixonante história foi ainda mais envolvente. Temos a continuação da história de amor entre Maria Mendes e Dale Sloan que, até então estavam separados devido a uma mentira. A leitura flui muito bem e, mesmo sendo “Português de Portugal”, o entendimento é pleno.
Nesta continuação, regada a muito romance, o que me surpreendeu foram as cenas de ação, aventura e suspense. Sim, a história foi muito mais movimentada do que no primeiro livro, sentimentos se misturavam e a torcida para que tudo saísse bem foi grande.  A montanha russa de emoções na qual esta leitura nos faz embarcar, leva-nos dos maravilhosos sentimentos de amor e felicidade até o triste sentimento de luto, com casamentos, salvamentos, nascimentos e a perda inesperada de uma das personagens, ao meu ver, mais carismáticas da história (Confesso que fiquei um pouco abalada com o susto da notícia e a reação de outros personagens!). A Música, novamente presente no decorrer da obra, nos ajuda a realmente entender a forma como os personagens são atingidos pelos acontecimentos ao seu redor, deixando a leitura ainda mais interessante.
Enfim, este é um livro completo para os amantes de Romances... mas não é apenas isso, a obra é enriquecida com questões sociais que, independente de nossa nacionalidade, estão sempre presentes.

“É preciso amarmos as pessoas como se não houvesse o amanhã. Nunca esperem pelo amanhã para amar ou perdoar. Amar alguém é viver num exercício constante de não querer fazer do outro o que queremos que ele seja. A beleza de um jardim não depende do tamanho das flores mas, sim, da variedade do seu colorido. Assim é a felicidade, que não depende de grandes alegrias mas da variedade de muitos e pequenos momentos felizes que colhemos ao longo da vida.”

Se o amor realmente supera tudo? Prefiro acreditar que sim... independentemente do tipo (maternal, fraternal, carnal...) e desde que usado para o bem, sempre será um sentimento válido!

Espero que tenham gostado desta dica de leitura. Para mim, foi ainda melhor que o Volume 1. Se ficou curioso, pode adquirir o livro pelo site da Editora Chiado, mas reforço o que disse na resenha do volume anterior, se fosse você pediria logo os 2, a espera para continuar a leitura não foi uma de minhas melhores experiências! rsrsrs